Pirenópolis ganha Projeto de Yoga para gestantes

Na última quarta-feira (28/09), foi apresentado pela Secretária do Desenvolvimento Social de Pirenópolis Patrícia Carvalho, um projeto de ação voluntária, onde quatro professoras darão aulas de yoga para gestantes duas vezes na semana, no salão do Sindicato Rural. O projeto de Yoga para gestantes busca motivar as futuras mamães também com vídeos e conversas com profissionais da área da saúde, em geral não há contraindicações para as grávidas, mas é recomendável consultar seu médico antes de iniciar a prática.

A Secretária agradeceu pela confiança e parabenizou a iniciativa do projeto. “Nós sabemos que existem gestantes que por vergonha não procuram informações sobre a gestação e elas muita vezes não entendem que precisam cuidar da saúde física e emocional para enfrentarem este período. Por isso, acreditamos que esta ação vai ajudar muitas mulheres que estão neste processo e não possuem acesso a alguma atividade que auxilie no bem estar dela no decorrer dos nove meses.”

O projeto de Yoga para gestantes começará nesta quarta-feira (05/10), no salão do Sindicato Rural, das 08h30 às 10hr00. Quem tiver interesse deve procurar a Secretaria do Desenvolvimento Social e deixar os dados.

Uma das alunas que se inscreveu, está na segunda gestação e conta que acredita que será muito bom pra ela e para o bebê iniciarem a yoga. “O melhor é que até as mães que não possuem condição financeira poderão participar. Elas precisam de apoio e este projeto pode ajudar muitas delas a enfrentarem com mais alegria e prazer este período que não deixa de ser muito desconfortável física e emocionalmente pra gente.”

Os benefícios são muitos para quem faz yoga na gestação. A prática favorece o aumento do peso do bebê e diminui a incidência de partos prematuros, além de prevenir a má posição do feto para o nascimento. A respiração da gestante também se amplia, e as posturas promovem o bem estar geral e tranquilidade. Há uma redução da ansiedade e das mudanças de humor, aumento da circulação sanguínea e uma recuperação mais rápida após o parto.

Deixe seu comentário!