Performance vocal Verde Minha Terra em Pirenópolis

No próximo sábado, 18, a partir das 18h no Cine Pireneus acontece a apresentação da Performance vocal Verde Minha Terra por Maria Julia Pascali.

A performance vocal, musical e cênica revisita de maneira cênica e bem-humorada as tradições populares brasileiras da Amazônia, como a Cobra-Grande, Curupira e Boto; e os poemas cantados sobre a natureza e seus povos nativos.

Cantos de Waldemar Henrique (Pará, 1905-1995), e Vitor Bortolucci Jr (1953-1978), Eduardo Gudim e Julia Pascali, entre outros, serão apresentados a capela e com acompanhamentos inusitados.

Com duração de 50 minutos a Verde Minha Terra tem direção de Daraína Pregnolatto e dramaturgia de Márcio Aurélio.

A apresentação no Cine Pireneus antecede a sua estréia em Augsburg, na Alemanha, quando a performance será apresentada no Sarau da Paz, como parte das comemorações pelo Dia Internacional da Mulher, e no Centro Cultural Abraxas.

Sobre a interatriz

Maria Julia Pascali recebeu os primeiros ensinamentos de voz em sua casa, desde a tenra infância, quando sua mãe cantava a capela as canções de seu tempo. Sempre dedicada à musica, ao teatro e à dança, com passagens pelo Teatro Popular, Teatro Experimental de Grupo, Artes Integradas, Butô, Nô, tem estudado com Linda Wise, do Pantheatre, desde 2009, na linha da Performance Vocal e Teatro Coreográfico.

Assim, o atual trabalho tem sua tônica na interpretação a capela com percussão diversa, ao sabor da sincronicidade de encontros da performer com os espaços, as regiões e as paragens, como a Sumaúma, árvore de importância mítica da Amazônia, onde moram o Boto, a Curupira e a Cobra-Grande, quanto as matas e serras do Ceará e Pernambuco, onde sopra a brisa do mar que traz a voz de pescadores e jangadas. E ainda a cachoeira, o jatobá, a aroeira, as ervas e os baixios do Planalto Central que também acolhem e dão vida às interpretações sertanejas.

Saiba mais na página oficial do Verde Minha Terra no Facebook.

Deixe seu comentário!